É hora de vacinar os meninos de 12 e 13 anos contra o HPV
18 de janeiro de 2017
Lápis de olho pode causar terçol
20 de janeiro de 2017

É quase impossível não ganhar alguns quilinhos depois das festas de fim de ano, certo? Mas, agora 2017 começou e o ideal é partirmos para uma alimentação saudável, retomar a atividade física e estabelecer o equilíbrio entre trabalho, lazer e cuidados com a saúde. Quem me acompanha nesta jornada?

A nutróloga Andreia Guarnieri e a nutricionista Carina Muller reuniram 10 dicas para quem (assim como eu) pretende voltar à rotina saudável depois de tanta comilança. Confira!

1 –  Estabeleça metas claras e realistas. O ideal é que essas metas sejam diárias ou, no máximo, semanais. Isso ajuda alcançar os objetivos mais rapidamente e não perder o foco. Registre os progressos, a alimentação, a rotina de exercícios e, claro, a perda de peso. Isso pode se tornar um excelente impulso motivacional, além de permitir identificar falhas a serem corrigidas.

2 – Aproveite o verão para iniciar a reeducação alimentar, incluindo no cardápio frutas e verduras variadas, assim como cereais integrais, carnes brancas e feijão.

3 – Evite ao máximo produtos processados e prefira alimentos in natura, cozidos, grelhados ou até mesmo crus. Fuja das frituras e dos molhos prontos, cremes à base de maionese, creme de leite e queijo. Além de muito calóricos e gordurosos, ainda contêm excesso de sódio, sem falar que com as temperaturas elevadas aumentam as chances de intoxicação alimentar. A melhor opção é consumir verduras com molhos preparados na hora, com limão, vinagre balsâmico ou até mesmo mostarda tipo Dijon.

4- Faça as refeições principais completas (café da manhã, almoço e jantar). Porém, procure deixá-las mais leves e menos volumosas. Nos intervalos, prefira frutas e líquidos, como água, águas aromatizadas e água de coco. Cuidado com refrigerantes e sucos prontos, pois além dos conservantes ainda levam grande quantidade de açúcar. Prefira sucos menos calóricos e naturais, sem adição de açúcar, como os de melão, limão, abacaxi e melancia, mas restrinja quantidades, pois os sucos contém menos fibras que as frutas inteiras. Preste atenção ao seu corpo, pois muitas vezes a sensação de sede pode ser confundida com a da fome

5- Reduza o consumo de doces. Caso tenha muita necessidade de sobremesa, aproveite a grande variedade de frutas no verão para matar o desejo do docinho. Procure consumir chocolate acima de 55% de cacau, pois têm menos açúcar.

6-  Bebidas alcoólicas devem ter o consumo restringido, pois são muito calóricas.

7- Tenha comida saudável pronta na geladeira e produtos integrais nos armários, como arroz integral ou cateto e macarrão integral. Na hora da fome é frequente comermos sem analisar muito o que está sendo ingerido.

8- Analise os rótulos dos alimentos na hora da compra de industrializados. Busque por produtos com menos conservantes, açúcar e sódio e evite os com gorduras hidrogenadas, realçadores de sabor e corantes. Coma mais alimentos que possuem gorduras insaturadas como peixes, linhaça  abacate, castanhas e nozes.

9- Planeje a atividade física para que seja regular. Comece com atividades que goste de forma a trazer prazer e motivação, antes mesmo de pensar em se matricular na academia. A companhia de amigos para essas atividades costumam estimular muito e dar o impulso inicial para tornar rotineiro o exercício físico. Uma boa forma de iniciar é fazer 30 minutos de caminhada por dia e no momento que escolher ir para a academia procure a orientação de um profissional da área.

10- Esperar resultados imediatos, pode não ser a melhor tática, lembre-se que os objetivos traçados devem ser possíveis de se atingir e após alcançar uma meta inicial, estabeleça uma nova, ou seja, vá por etapas e priorize a alimentação variada. As dietas muito restritivas proporcionam resultados surpreendentes, mas na maioria dos casos pouco duradouros.

Crédito de foto: FreeImages

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *